Blog da Aldeia

A matemática pode ser divertida?

por Suporte Traço - Publicado em 21 de fevereiro de 2020

Uma das principais causas da deficiência das crianças em relação à matemática é a baixa formação dos professores. Na educação básica e nas primeiras fases do fundamental, é comum que os professores não tenham formação adequada nessa área.

Na Aldeia, a matemática é trabalhada com um viés conceitual. Não deixamos de lado os conceitos e a sistematização. No entanto, trazemos também a ludicidade, a prática da matemática através de brincadeiras, de algo feito pelos próprios alunos. 

O propósito é torná-los criadores do próprio conhecimento: as crianças produzem a própria matemática. E esse objetivo não seria atingido com um professor que fica na frente da sala passando a matéria de uma forma monóloga.

 

Na prática

A atividade da construção da pipa, por exemplo, é muito favorável. A criança entende que ali existem representações dos conceitos geométricos e consegue utilizá-los de forma lúdica. Usamos retas, pontos e então… formamos um plano!

São atividades que fortalecem o ensino de uma forma prática. Os alunos se envolvem muito e esse é um dos nossos maiores desafios no processo de ensino da matemática: mostrar que a ela não é um conhecimento isolado. Que, na verdade, ela está vinculada a todo o cotidiano deles. As crianças conseguem enxergar a utilidade dela no dia-a-dia, nas brincadeiras.

Nesse sentido, o nosso trabalho tem sido identificar situações e vinculadas às outras disciplinas, como meio ambiente, xadrez e marcenaria, por exemplo, que estão muito vinculadas a ideias matemáticas. Isso dá protagonismo para os alunos no processo de construção do conhecimento. 

Assista ao vídeo e saiba como essa disciplina acontece na prática aqui na Escola Aldeia!