Blog da Aldeia

Jogos na Aldeia

por Suporte Traço - Publicado em 13 de junho de 2019

Aconteceu no mês de Junho a primeira edição dos “Jogos na Aldeia”. A proposta teve como objetivo o resgate e a celebração das culturas tradicionais indígenas, promovendo o esporte no ambiente educacional. Por meio desse projeto reforçamos a ideia de que “o importante não é competir, e sim, celebrar!”, valorizando a cidadania, á integração e os valores originais na medida em que consideramos as tradições, como a língua, a dança, os rituais, os cantos, as pinturas corporais, o artesanato e os esportes tradicionais.

Cada projeto realizado visa o processo de humanização e aprendizagem, que só acontece mediante a diversidade e experimentação. Ensinar e aprender é uma arte paciente, ela nos guarda boas surpresas! Queremos fazer dessa oportunidade, também, um momento de reflexão! Olhamos para nossas raízes com aceitação, pertença e respeito. As equipes foram formadas de acordo com as etnias, e as modalidades esportivas de acordo com a cultura e tradição indígena.

Equipe 1: Guarani, Equipe 2: Pataxó e Equipe 3: Yanomami.

Modalidades Esportivas:

1. Akô – Três equipes correm em um circuito montado pelo professor, revezando-se a cada quatro ou mais atletas usando uma varinha de bambu, espécie de bastão que vai passando de mão em mão. Ganha quem concluir o circuito primeiro.
2. Luta Corporal ( Pega Fitinha ) – Nesta modalidade os jogadores tem como objetivo pegar a fita presa na cintura do seu adversário. É dividido entre dois jogadores de etnias diferentes. Equipe que pegar maior número de fitas será a vencedora.
3. Ronkran – Divididos em dois times de 5 ou mais atletas, essa modalidade é praticada em um campo de tamanho aproximado ao de futebol. Cada atleta usa uma borduna (bastão) e o objetivo é rebater uma pequena bola feita de coco ou de borracha e especialmente preparada para esse esporte. Os atletas ficam protegendo seu gol cada equipe poderá dar 3 toques na bola sendo que no terceiro toque ele devera rebater para o gol adversário, a equipe adversaria só pode defender seu gol com bastão. Lembrando que os atletas não poderão invadir o campo adversário.
4. Futsal – Futsal esporte tradicional no mundo todo. Jogo realizado com 5 jogadores de cada equipe sendo um goleiro. Nos Jogos na Aldeia o tempo de cada jogo será de 10 minutos, lembrando que não tem limite de substituições.
5. Queimada – Queimada é um esporte coletivo em que os jogadores de duas equipes tentam acertar os oponentes com uma ou mais bolas, evitando serem atingidos. O objetivo de cada equipe é eliminar todos os membros da equipe adversária, acertando-os com bolas lançadas. Serão 9 jogadores de cada equipe sendo que um fica na reserva. O tempo de cada partida será de 10 minutos.
6. Cabo de Guerra – É disputada em equipe, cujo objetivo é o de medir a força física dos participantes. Vencer o cabo de guerra significa ter os índios mais bem preparados para o confronto físico, e por isso é uma das provas mais esperadas dos Jogos. Nos Jogos na Aldeia serão divididas as tribos em 2º e 3º masculino e feminino, 4ºe 5º masculino e feminino. Cada equipe com 6 jogadores.
7. Corrida com Tora – As toras, feitas na marcenaria do professor Fábio, em madeira leve, devem ser carregadas pela equipe ao percorrerem uma distância pré-determinada. As tribos vão ser divididas da seguinte forma 2º e 3 masculino e feminino, 4ºe 5º masculino e feminino. Esta prova será realizada na rua da Escola Aldeia onde o espaço e percurso da corrida serão maiores.
8. Handebol – O handebol é um esporte coletivo. Ele é praticado com a participação de sete jogadores, sendo um goleiro e seis jogadores de linha. Nos jogos Aldeia cada tempo terá 10 minutos e não terá limites de substituições.
9. Bandeirinha – E um jogo tradicional, geralmente exercido por crianças ou às vezes por adultos. No jogo, dois times, cada um possuindo uma bandeira (que também pode ser uma bola), tem como objetivo capturar a bandeira do time adversário, localizada na “base” desse time, e trazêla de volta ao seu território em segurança. Os jogadores do time oposto podem ser “pegos” por jogadores no território deles; estes jogadores serão pegos (dependendo das regras da partida) ou congelados (incapazes de deixar o local onde foi pego até que um membro do seu time o toque para o salvar e assim voltar para o seu território e ganhar). Extra: Não é permitido arremessar a bandeira para outra pessoa do seu time da base do time oposto para o campo rente à base. Cada equipe jogara com 8 jogadores e o tempo de cada partida será de 10 minutos.
10. Xadrez – Xadrez é um esporte, também considerado uma arte e uma ciência. Pode ser classificado como um jogo de tabuleiro de natureza recreativa ou competitiva para dois jogadores, sendo também conhecido como Xadrez Ocidental ou Xadrez Internacional para distinguilo dos seus antecessores e de outras variantes atuais. Nos jogos na Aldeia as tribos vão jogar entre si e não terá, sendo feita a divisão da seguinte forma: 2º e 3º se enfrentam e 4º e 5º se enfrentam.
11. Pula Corda – E uma brincadeira tradicional que envolve grande atividade física e coordenação motora. Tais características fizeram da recreação um desporto. Essa brincadeira vai virar um competição no Jogos na Aldeia. Cada tribo terá um representante masculino e feminino, ganha a competição quem conseguir pular mais vezes.

Entre vitórias e derrotas, que venham os próximos “Jogos na Aldeia” com muitas surpresas, diversão e experiências. Uma oportunidade de confraternização e integração de nossa comunidade!

Para realizar o download de todas as fotos desta experiência, acesse nosso Flickr:https://www.flickr.com/photos/157342765@N06/albums/72157709070026772

Fotos por: Bárbara Miguel